Sites Parceiros

TOTAL DE ACESSOS

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99829-5548

Buscar

BOLSONARO DIZ QUE DISPENSA VOTO DE QUEM PRATICAR VIOLÊNCIA POR CAUSA DA POLÍTICA; HADDAD TAMBÉM FAZ



O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, adotou uma postura mais incisiva contra atos de violência praticados por seus apoiadores.

Dispensamos voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra eleitores que não votam em mim. A este tipo de gente peço que vote nulo ou na oposição por coerência, e que as autoridades tomem as medidas cabíveis, assim como contra caluniadores que tentam nos prejudicar”, disse ele pelo Twitter.

Na terça-feira (9), ao ser questionado sobre o assunto, o presidenciável disse apenas que lamentava esses atos e que não tinha ligação com eles. Afirmou também não controlar seus milhões de simpatizantes.

As declarações ocorrem após a morte de um capoeirista, na última segunda-feira (8), em Salvador (BA). Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Romualdo Rosário da Costa, conhecido como o Mestre Moa do Katendê, foi atingido por doze facadas desferidas por Paulo Sérgio Ferreira de Santana, que iniciou a briga após declarar ter votado no capitão da reserva, enquanto Moa manifestou apoio a Fernando Haddad (PT).

Ainda pela rede social, Bolsonaro afirmou que é alvo de mentiras. “Há também um movimento orquestrado forjando agressões para prejudicar nossa campanha nos ligando nazismo, que, assim como o comunismo, repudiamos completamente”, disse.

Já o candidato do PT afirmou nesta quarta, segundo informações da Agência Brasil, que está conversando com forças políticas interessadas em combater a barbárie e a escalada de violência no Brasil.

Vamos prosseguir no sentido de estabelecer protocolos de civilidade em proveito do futuro do Brasil”, afirmou.

Haddad também lamentou a agressão contra uma jovem que usava uma camiseta do movimento "Ele Não" em Porto Alegre. A garota de 19 anos foi atacada com um canivete e teve suas costas marcadas com uma suástica. “Tem que ser posto um fim isso. Já houve uma morte com 12 facadas, uma pessoa queridíssima, conhecidíssima em Salvador, e agora esse novo evento”.

Portal Formosa - Fonte: Veja/R7


WhatsApp Image 2019-10-30 at 10.06.31 (1
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La
IMG-20191109-WA0062.jpg
js telecom logo1.jpg