Sites Parceiros

TOTAL DE ACESSOS

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99829-5548

Buscar

MADURO DENUNCIA PLANO DOS EUA PARA DERRUBÁ-LO E ASSASSINÁ-LO; BRASIL E COLÔMBIA ESTARIAM AJUDANDO



O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou nesta quarta-feira (12) que os Estados Unidos estão preparando um plano "terrorista" para derrubá-lo e assassiná-lo, com a ajuda dos governos de Brasil e Colômbia.

A declaração foi dada durante coletiva de imprensa no palácio presidencial em Caracas e, segundo o chefe de Estado venezuelano, o suposto plano tem como objetivo estabelecer uma ditadura no país sul-americano. Além disso, ele afirmou que a ideia é dirigida pelo conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton.

"Hoje eu vou denunciar mais uma vez o complô que a Casa Branca se prepara para violentar a democracia venezuelana, para me assassinar e para impor um governo ditatorial na Venezuela", disse. Bolton "está desesperado, designando missões para provocações militares na fronteira", ressaltou Maduro, fazendo referência ao encontro do assessor norte-americano com o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, no último dia 29 de novembro. "As forças militares do Brasil querem paz. Ninguém no Brasil quer que o futuro governo se meta em uma aventura militar contra o povo venezuelano", acrescentou.

Durante a coletiva a jornalistas estrangeiros, o presidente da Venezuela reforçou que neste plano está incluso um treinamento de tropas regulares nos EUA e totalmente irregulares no território colombiano. "Manter contato com setores da direita golpista venezuelana transformou a Colômbia em um centro de conspirações, desses planos enlouquecidos cheios de ódio que vamos derrotar", expressou o mandatário.

Maduro ainda ressaltou que há "734 mercenários colombianos e venezuelanos que treinam no município Tona del Norte de Santander para simular ataques na fronteira".

Por fim, o chefe de Estado explicou que sua denúncia é baseada em "fontes internacionais cruzadas" e que Bolton quer encher seu país de violência, buscar um golpe de Estado e impor o que eles chamam de um conselho de governo transitório".

Portal Formosa - Fonte: ANSA/Voz da Bahia


WhatsApp Image 2019-10-30 at 10.06.31 (1
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La
IMG-20191109-WA0062.jpg
js telecom logo1.jpg