Estudante de Uauá conquista medalha de ouro na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica


O estudante Samuel Cardoso Varjão, 17, que faz o 3º ano do curso técnico de nível médio em Informática, no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Sertão do São Francisco II – Antônio Conselheiro, localizado em Uauá, conquistou uma medalha de ouro na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A olimpíada é promovida, anualmente, pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), e abrange a participação de estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio de escolas públicas e particulares de todo o país.

Devido à pandemia do novo Coronavírus, a edição deste ano foi realizada de forma on-line, nos dias 12 e 13 de novembro e o resultado foi divulgado nesta segunda-feira (14). Os participantes de cada um dos quatro níveis correspondentes às suas séries responderam sete questões de Astronomia e três de Astronáutica, que relacionaram temas como Lei da Gravitação Universal; fases da lua; origem do universo; mapa de constelações; posicionamento solar nas estações do ano; posições e brilho das estrelas; entre outros.

Para o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria da Educação do Estado, Ezequiel Westphal, a conquista dessa premiação é de grande importância. “Esse resultado demonstra a dedicação dos nossos professores e estudantes e a qualidade dos cursos técnicos ofertados pela rede estadual de ensino. Em um contexto difícil de pandemia, participam de uma olimpíada de conhecimentos tão disputada e ganham uma medalha de ouro”

Segundo Samuel, o acompanhamento do professor e o suporte recebido nas aulas do curso foram fundamentais para o resultado obtido. “Essa conquista é muito importante para mostrar que não existem limites para o conhecimento e o interesse em novas descobertas. Isso concretiza um interesse bem antigo e meio inexplorado, pois tudo começou quando eu era ainda bem pequeno. Enquanto a maioria das crianças assistiam desenhos, eu assistia documentários sobre astronomia. Além disso, o curso de Informática foi bastante essencial e tive um grande suporte do meu professor de Física e Matemática, Ezio da Conceição”, afirmou o estudante, que pretende cursar a faculdade de Engenharia Elétrica.

O professor Ezio da Conceição, que é responsável pela OBA no CETEP, falou da preparação e empenho de Samuel para a olimpíada. “Ele é um amante do conhecimento científico, sempre muito atento e curioso, que se identifica bastante com o componente curricular de Física, em especial, a Física Moderna. Por se tratar de uma ramificação que ajuda a entender o universo, Samuel sempre teve muita dedicação em direcionar seus estudos em assuntos ligados à Física do início do século 20 até os dias de hoje. O curso vem despertando nele a importância da Física na evolução computacional e tecnológica. Ficamos todos, enquanto comunidade escolar, muito felizes com a conquista de Samuel”, destacou.


PF | Fonte: Uaua.com.br

1.jpg
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La

PRECISA DIVULGAR ALGO? 

ANUNCIE NO PORTAL FORMOSA

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99850-9821

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

TOTAL DE ACESSOS