LOCALIZADO o Jovem que pulou do caminhão entre Formosa e Bendegó; "Pensei que iria morrer"



Roberto Severiano Bezerra (Betinho), de 25 anos, saiu de São Paulo na última quarta-feira (25) com destino ao estado do Ceará e no meio do caminho desceu do caminhão em que estava e desapareceu no meio da caatinga.


Como ele desapareceu?


Segundo o caminhoneiro que o trazia, após passar por Bendegó (Canudos), recebeu a informação que estava acorrendo assaltos na rodovia (BR-116). Quando chegaram na localidade Baixas, avistou carros parados na pista e, achando que poderia ser assalto, resolveu parar e retornar para Bendegó. Durante a manobra, Betinho se assustou, abriu a porta e saiu correndo para o mato. O caminhoneiro parou, esperou, mas o jovem não retornou.


Assustado, o motorista voltou para Bendegó e avisou a família de Betinho. Ele informou para um familiar que, durante a viagem, o jovem havia ingerido bebida alcoólica e um arrebite.


Além do caminhão, outro carro pequeno também retornou para Bendegó.


Não havia assalto


Horas antes, houve um pequeno acidente envolvendo veículos e, naquele momento, tinha uma enchedeira tirando um carro da rodovia. Também havia um motociclista observando o trabalho. O caminhoneiro e o dono do carro pequeno, que vinham pela BR, acharam que aquela movimentação seria um assalto e foi aí que resolveram retornar, momento em que Betinho se assustou, saiu do caminhão e correu.


Buscas e localização


Um familiar veio até o local e, junto com populares de Formosa, procuraram o jovem nas fazendas da região, mas ninguém tinha o visto.


A versão do caminhoneiro começou a ser questionada e ele já estava sofrendo uma grande pressão. Após a divulgação da matéria do desaparecimento, muitos comentaram nas redes sociais que havia algo estranho na história do caminhoneiro.


Por sorte, ontem (dia 1º), pela manhã, o jovem foi localizado numa fazenda, próximo ao local em que ele pulou do caminhão. Ele estava bastante debilitado, sem forças para andar e quase sem forças para falar.


Onde ele esteve nestes 4 dias e como foi localizado?


Segundo Betinho, ele não lembra da viagem e muito momentos o que fez ele descer do caminhão e fugir. “Só lembro que durante a madrugada, vi meus parceiros trabalhando comigo. Para mim, a gente tava trabalhando em um local. Dormi e quando acordei vi que estava no meio do mato sozinho. Eu pensei que realmente tava trabalhando ali e que os amigos teriam saído me deixado só. Aguardei a volta deles, mas ninguém voltou. Caralho, será que os caras me deixaram sozinho? (...) Acho que não caminhei muito. Ouvia os cachorros latindo, alguém gritando a criação. Ouvia o som dos carros, mas não conseguia saber a direção. Ouvi meu irmão me chamando, eu respondi, mas minha voz já estava fraca. Eu já tava fraco, andava uns metros e não aguentava mais, procurava uma sombra, deitava e dormia. Vi várias ovelhas gordas e tinha certeza que elas iriam pra um chiqueiro ou para beber em algum lugar, mas não conseguia acompanhá-las”.


Perguntado a ele se comeu ou bebeu alguma coisa, ele disse que só bebeu a própria urina, por duas vezes, e só comeu umbu verde. Quando foi resgatado, estava com o bolso cheio de umbu verde.


Sem poder andar e sem esperança de ser resgatado, Betinho achou que o fim estaria próximo. “Meu Deus, será que vou morrer aqui, se não me encontrarem hoje, vou morrer”.


Na terça-feira de manhã, Betinho ouviu alguém pastorando. “Eu ouvi um homem gritando os animais e pensei: é agora ou nunca!. Arrumei forças, sai me arrastando até perto do homem, até que vi ele. Comecei a gritar, pedir socorro. Quase que o homem não escuta, minha voz quase não saía. Graças a Deus o seu Luiz me escutou e me salvou. Só Deus pra pagar o que ele fez por mim, me arrastou nas costas até a casa dele”.


Antes de arrastá-lo para sua casa, o Sr. Luiz foi até sua esposa e pediu para ela informar a todos que o jovem havia sido localizado. Uma ambulância de Macururé foi até o local e o levou para o hospital do município. Durante a viagem, o jovem pedia muita água. Estava muito debilitado, mal abria os olhos e a boca, mas estava consciente.


Ele chegou ao hospital muito fraco, mas foi medicado e aos poucos foi se recuperando. Por volta das 20:00h, familiares chegaram em Macururé e às 21:00h, após uma boa recuperação física, Betinho teve alta hospitalar.


Momento em que Betinho estava saindo do hospital


Hoje (02), Betinho já está com parte da família na Paraíba.


Agradeço muito ao senhor que me salvou (Luiz de Helena), devo minha vida a ele. Agradeço a vocês dois que me trouxeram pro hospital (José Evani e Jucélio) e a todos que torceram por mim. Pensei que iria morrer, nasci de novo. Que Deus abençoe a todos. Obrigado!!"



Matéria sobre o desaparecimento: Jovem desaparece após pular de caminhão na BR-116, entre Formosa e Bendegó


Portal Formosa, o Portal do Sertão Baiano


1.jpg
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La

PRECISA DIVULGAR ALGO? 

ANUNCIE NO PORTAL FORMOSA

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99850-9821

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

TOTAL DE ACESSOS