Simões Filho: Garoto morre e mãe fica ferida após serem esfaqueados por ex da mulher


Um adolescente de 14 anos morreu e a mãe dele, de 34, ficou ferida após serem esfaqueados, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da mulher, que se apresentou na 23ª Delegacia, em Lauro de Freitas, na terça-feira (9), acompanhado de dois advogados. Ele foi ouvido e liberado por ter expirado prazo do flagrante.


Conforme o delegado titular da cidade, Leandro Acácio, a versão mais provável é de que crime, ocorrido na sexta-feira (5), tenha ocorrido após discussão entre o suspeito e o garoto. Para a família, no entanto, o crime foi premeditado.


O caso ocorreu no bairro CIA I. Pablo de Jesus e a mãe chegaram a ser socorridos, mas o garoto não resistiu aos ferimentos. A mulher, por sua vez, recebeu atendimento no hospital da cidade e, em seguida, foi encaminhada para uma unidade médica em Salvador, em função dos ferimentos. Ela já recebeu alta.


De acordo com Josenei dos Santos, tio de Pablo, o homem apontado como o autor do crime e a irmã dele já tiveram um relacionamento, mas estavam separados. Apesar disso, o homem ia até a casa da mulher com frequência. Na sexta-feira, como de costume, foi até o local, mas, dessa vez, com uma faca.


“Na sexta, eu não escutei nenhuma discussão. Foi do nada. Isso foi premeditado, ele veio com uma faca. Na nossa casa nem tem uma faca daquela. Ele entrou, “tapiou” e depois fez o ato. Ele veio portando essa faca. Ele veio com a faca, o menino não fez nada nele, e ele enfiou a faca no menino “, revelou o Josenei.


Ele conta que a família estava em casa na hora do crime, mas que as pessoas estavam em cômodos diferentes. A situação só foi percebida depois que a irmã e o sobrinho começaram a pedir socorro.

“Eu ouvi meu sobrinho gritando socorro: ‘UI, ui. Socorro”. Minha irmã também começou a chamar por mim. Ela gritou meu nome e eu fui ver. Quando me aproximei deles, ele já tinha esfaqueado meu sobrinho e estava esfaqueando ela. Se eu não puxasse ele, ele teria matado minha irmã”, disse.


“O menino estava em pé na frente de uma mesa. Ele veio, minha irmã colocou comida para ele. Do nada, ele esfaqueou o menino. Foi pelas costas. Não foi nada em legítima defesa. Para que a faca? Ele veio nessa intenção porque minha irmã não queria mais ele”, completou.


Portal Formosa | Voz da Bahia

1.jpg
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La

PRECISA DIVULGAR ALGO? 

ANUNCIE NO PORTAL FORMOSA

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99850-9821

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

TOTAL DE ACESSOS