Sistema de Abastecimento de Água chegará até Formosa ou não? Confira os esclarecimentos!



Ontem, dia 31/01, aconteceu no Povoado Formosa, município de Macururé-BA, uma reunião de esclarecimentos sobre a obra do sistema de abastecimento de água que beneficiará o povoado e várias outras comunidades nos municípios de Macururé e Chorrochó.


Motivo da reunião?


Nos últimos meses, houve muitos boatos que Formosa não seria mais contemplada pela adutora, pois o dinheiro disponibilizado (quase R$ 19 milhões) já teria sido gasto e não haveria mais verba para que a obra chegasse até o povoado.


Além disso, alguns materiais que chegaram ao povoado foram retirados e levados para outro trecho da obra. Isso deixou a população formosense desconfiada.


Esclarecimentos


Os esclarecimentos foram dados pela assistente social da CERB, Nívea, pelo engenheiro Luiz Andrade, além do prefeito de Macururé, Everaldo Carvalho.


A princípio, a assistente social fez uma retrospectiva dos fatos ocorridos desde o início do projeto e tirou muitas dúvidas das pessoas presentes. Ela também detalhou sobre alguns dados técnicos.


Nívea deixou claro que Formosa está dentro das 58 localidades de Macururé que serão contempladas com esse projeto e não ficará de fora.


Durante o esclarecimento da profissional, o vereador Romildon questionou sobre algumas famílias do Santo Antônio que não estão inclusas no projeto, apesar da adutora passar pela localidade. Ela informou que visitou a comunidade e fez o mapeamento dessas famílias e passará todos os dados para o setor responsável para que, desta forma, possam ser futuramente incluídas.


Segundo Nívea, a previsão para finalização da obra é junho de 2020, podendo haver atrasos devido a acontecimentos técnicos ou burocráticos que podem surgir.


O importante é que vai terminar, nós estamos aqui hoje dizendo a vocês que todas essas 58 localidades de Macururé serão contempladas. (..) São 994 ligações domiciliares e 36 chafarizes que serão implantados neste projeto. A obra está com 52,75% já executada,” esclareceu Nívea.


O técnico Luiz mostrou o mapa do projeto e deu vários detalhes técnicos, desde a captação da água (que é feita através dos poços da Serra da Júlia e Serra do Tonã), até detalhes sobre o material utilizado na rede que levará água para as comunidades. Ele informou ainda que algumas localidades já estão sendo abastecidas desde o final de 2019.



Segundo Luiz, nesta segunda-feira (03) estará vindo um topógrafo para refazer a topografia de Barra do Gama até Formosa. “Essa topografia já foi feita anteriormente, porém como foi feita há muito tempo, os piquetes já caíram, sendo necessária uma nova marcação, no mesmo trajeto.”


A empresa que está executando esta obra é a Ambiente Engenharia, é uma empresa muito direita, o que dá mais tranquilidade a gente. (...) Em relação ao recurso financeiro destinado ao projeto, já está totalmente “estourado”. Foi previsto um material e quando começaram as escavações apareceu outro material, muita rocha, isso onerou bastante o recurso disponível. O aditivo que a gente pode chegar, já chegou no limite, então não podemos garantir que faremos mais redistribuição para essas outras localidades que não foram contempladas. Porém, como Nívea falou, são 36 chafarizes e, nesses pontos, a gente pode deixar umas tomadas de água para os moradores mais próximos, como por exemplo no São Antônio. E depois da obra concluída, vocês podem ver com o prefeito uma forma de fazer as ampliações, procurar os órgãos, etc. Eu acredito que depois todos serão atendidos”, disse Luiz.


O prefeito Everaldo também se manifestou e fez outros esclarecimentos: “Eu tive a informação, dentro da própria CERB, que a água não chegaria até o Povoado de Formosa. Chamei meu secretário de finanças e fomos até Brasília, na Funasa, ver o que estava acontecendo, (...). E lá me garantiram que não teria problema de dinheiro na execução da obra. (...) Não sei o que aconteceu, mas a partir de agora, todos os dias eu vou fiscalizar as obras. (...) Meu compromisso com a CERB é trazer a água da Barra do Gama até Formosa, essa é a nossa prioridade. As ramificações no meio do caminho, entre as duas localidades, se não tiver condições de fazer logo, nós vamos entrar com uma contrapartida. A CERB vai dar os canos e nós colocaremos nosso povo para fazer os ramais. (...) O fato é: á água vai chegar até Formosa, se Deus quiser, até junho ou meados de julho. Viajarei à Brasília, para conseguir mais recursos. O que faltava era R$ 1.200.000,00 (Um milhão e duzentos mil reais) e foi constatado que o dinheiro já está em conta. Então não teremos problemas para a água chegar até Formosa,” esclareceu o prefeito.



Finalizada a obra, quem administrará a adutora?


Segundo o prefeito Everaldo, a prefeitura não tem condições de manter o sistema após sua conclusão. Portanto, a adutora deverá ser operada por uma empresa, que ainda não está definida. Já existe um projeto na Câmara de Vereadores com esta finalidade.


Em tempo, o prefeito informou que retirará o projeto e enviará um novo à Câmara. Ainda segundo ele, a Embasa não tem interesse em assumir o sistema de água de Macururé.


Os vereadores Jonas, Romildon e Tonhá também se manifestaram e pediram ao prefeito que, assim que possível, envie para a Câmara o projeto de criação da empresa que administrará o sistema, para que eles e os colegas possam aprovar. É importante que essa empresa já esteja ativa quando a obra for finalizada.


A população agradeceu pelos esclarecimentos e sente-se aliviada em saber que logo em breve o sistema de abastecimento de água chegará à comunidade.



Conclusões e informações extras


- A obra está em andamento e quase 53% já foi concluída;

- Algumas comunidades, próximas aos poços da Serra do Tonã e Serra da Júlia já estão sendo abastecidas;

- Testes já foram feitos e a água já jorrou nos povoados de São Francisco, Várzea da Ema e várias outras localidades;

- A empresa que executa a obra é a Ambiente Engenharia;

- Após a conclusão da obra, o sistema de abastecimento será entregue à prefeitura, porém a mesma não tem condições de manter o seu funcionamento;

- Uma empresa, que ainda está para ser criada, deverá gerenciar todo o sistema de abastecimento;

- Para a criação da empresa, antes é necessário que a prefeitura encaminhe um projeto para a Câmara de Vereadores e os vereadores aprovem;

- Em relação aos boatos, de que não chegaria água até Formosa, tanto representantes da CERB, quanto o poder executivo municipal, afirmam que é mentira. Portanto, está confirmada a adutora até Formosa;

- Previsão para finalização da obra: Junho de 2020.

- Todos esclarecidos e aguardando a finalização da obra e organização da empresa que administrará o sistema.


Portal Formosa, o Portal do Sertão Baiano - Fotos: Niltinho Fotógrafo

1.jpg
Ótica_União_-_Portal_Formosa_-_Banner_La

PRECISA DIVULGAR ALGO? 

ANUNCIE NO PORTAL FORMOSA

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social

(75) 99850-9821

© 2020 - Portal Formosa - O Portal do Sertão Baiano - Site criado por Jucélio Rodrigues

TOTAL DE ACESSOS